Quando um ombudsman não pode calar..

A sequência violenta e desconexa de ataques que a Folha de São Paulo vem fazendo à candidata Dilma Roussef rendeu uma inevitável crítica da ombudsman do jornal paulista, Silvana Singer. Entre outras verdades, a jornalista afirma que a cobertura feita pela Folha nas eleições é, no mínimo, desequilibrada..

Veja aqui o conteúdo publicado hoje na edição impressa. E abaixo, na íntegra, a cópia do texto. A Folha de São Paulo infelizmente não disponibiliza gratuitamente seus conteúdos para os internautas..

OMBUDSMAN

SUZANA SINGER – ombudsman@uol.com.br @folha_ombudsman

O ATAQUE DOS PÁSSAROS

________________________________________

A manchete de domingo desencadeou uma onda anti-Folha no Twitter, que o jornal ignorou

________________________________________

A FOLHA VEM se dedicando a revirar vida e obra de Dilma Rousseff. Foi à Bulgária conversar com parentes que nem a candidata conhece, levantou a fase brizolista da ex-ministra, suas convicções teóricas e até uma loja do tipo R$ 1,99 que ela teve com uma parente no Sul. Tudo isso faz sentido, já que Dilma pode se tornar presidente do Brasil já no primeiro escrutínio que disputa.

Mas, no domingo passado, o jornal avançou o sinal ao colocar na manchete “Consumidor de luz pagou R$ 1 bi por falha de Dilma”.

O problema nem era a reportagem, que questionava a falta de iniciativa do Ministério de Minas e Energia para mudar uma lei que acabava por beneficiar com isenção na conta de luz quem não precisava.

Colocar uma lupa nas gestões da candidata do governo é uma excelente iniciativa, mas dar tamanho destaque a um assunto como este não se justifica jornalisticamente.

Foi iniciativa de Dilma criar a tal Tarifa Social? Não, foi instituída no governo Fernando Henrique Cardoso. É fácil mexer com um benefício social? Não, o argumento de que faltava um cadastro de pobres que permitisse identificar apenas os que mereciam a benesse faz muito sentido. Existe alguma suspeita de desvio de verbas? Nada indica.

O lide da reportagem dava um peso indevido ao que se tinha apurado. Dizia que a propaganda eleitoral apresenta a candidata do PT como uma “eficiente gestora”, mas que “um erro coloca em xeque essa imagem”. Essa tem que ser uma conclusão do leitor, não do jornalista.

Uma manchete forçada como a da conta de luz, somada a todo o noticiário sobre o escândalo da Receita, desequilibrou a cobertura eleitoral. Dilma está bem à frente nas pesquisas de intenção de voto e isso é suficiente para que se dê mais atenção a ela do que a seu concorrente, mas, há dias, José Serra só aparece na Folha para fazer “denúncias”. Nada sobre seu governo recente em São Paulo. Nada sobre promessas inatingíveis, por exemplo.

Os leitores perceberam a assimetria. Durante a semana, foram 194 mensagens à ombudsman protestando contra o noticiário, mas o maior ataque ocorreu no Twitter, a rede social simbolizada por um pássaro azul, que reúne pessoas dispostas a dizerem o que pensam em 140 caracteres. Até quinta-feira passada, tinham sido postadas mais de 45 mil mensagens anti-Folha.

CRIATIVIDADE

Os internautas inventaram manchetes absurdas sobre a candidata de Lula: “Empresa de Dilma forneceu a antena para o iPhone 4”, “Dilma disse para Paulo Coelho, há 20 anos: continue a escrever, rapaz, você tem talento!”, “Serra lamenta: a Dilma me indicou o Xampu Esperança” e “Errar é humano. Colocar a culpa na Dilma está no Manual de Redação da Folha”.

O movimento batizado de #Dilmafactsbyfolha virou um dos assuntos mais populares (“trending topics”) do Twitter em todo o mundo, impulsionado, em parte, pela militância política -segundo levantamento da Bites, empresa de consultoria de planejamento estratégico em redes sociais, 11 mil tuítes usaram um #ondavermelha, respondendo a um chamamento da campanha do PT na rede. Até o candidato a governador Aloizio Mercadante elogiou quem engrossou o coro contra o jornal.

Mas é um erro pensar que apenas zumbis petistas incitados por lideranças botaram fogo no Twitter. O partido não chegou a esse nível de competência computacional.

Na manada anti-Folha, havia muito leitor indignado, gente que não queria perder a piada, além de velhos ressentidos com o jornal.

Não dá para desprezar essa reação e a Folha fez isso. Não respondeu aos internautas no Twitter e não noticiou o fenômeno. O “Cala Boca Galvão” durante a Copa virou notícia. No primeiro debate eleitoral on-line, feito por Folha/UOL em agosto, publicou-se com orgulho que o evento tinha sido um “trending topic”. Não dá para olhar para as redes sociais apenas quando interessa.

A Folha deveria retomar o equilíbrio na sua cobertura eleitoral e abrir espaço para vozes dissonantes. O apartidarismo -e não ter medo de crítica- sempre foram características preciosas deste jornal.

Anúncios

3 Responses to Quando um ombudsman não pode calar..

  1. Kilder Puttini disse:

    EU GOSTARIA IMENSAMENTE DE FAZER COMO UMA PERGUNTA QUE JAMAIS VI SE CALAR NA MINHA SÃ CONSICENCIA!!!!!!!
    AONDE ESTAO OS “PODERES FEDERAIS” DO “PRESIDENTE DA REPUBLICA” QUE PROVOU E COMPROVOU SER UM VERDADEIRO E SUMARIO “OASIS” PARA O BRASIL E PRINCIPALMENTE PARA O “POVO BRASILEIRO”?????
    NO MINIMO……NO MINIMO…”LEI DE IMPRENSA” JAH!!!!! E A ESSES “PASQUINS” “DESPREZIVEIS”IMORAIS””CORRUPTOS””MAFIOSOS” “MAU ACOSTUMADOS A GANHAR DINHEIRO FACIL”EM SUAS “BANDIDAGENS” QUE ESSES “PASQUINS “JAH PROVARAM PRA O BRASIL INTEIRO!!!! A MACUMUNAÇÃO DESCARADA COM O “MALEFICO””MORFETICO””MORFEROSO” “psdb” QUE EH O SIMBOLO DA MENTIRA E “DITADORES NAZISTAS” AO QUAL OUSOU ATEH DISCRIMINAR TRABALHADORES EM “TELEMARKETING” INCITANDO AINDA TODA A POPULÇÃO DO BRASIL “DISCRIMINAR” UMA “CATEGORIA HONRADA HONESTA DIGNA” “PAIS E MAES” DE FAMILIA QUE TRABALHAM HONESTAMENTE E DIGNAMENTE!!! ESSE “DESCLABRIO” QUE SAO A “veja” E A “folha de sao paulo” TEM QUE SEREM “SUMARIAMENTE” E “EXEMPLARMENTE “PUNIDOS SEVERAMENTE” COM DIREITO A CASSAÇÃO” DESSES DOIS “INFECTOS PODRES” E DECAPTADOS DA IMPRENSA NACIONAL!!!!! BATA AO PODER FEDERAL COMEÇAR DESDE JAH A COLOCAR EM PRATICA E PRATICAR A “PUNIÇÃO” QUE ESSES MORFEROSOS MORFETICOS “MAFIOSOS DA IMPRENSA” veja E folha de sao paulo SEREM CASSADOS E IMPUTAR “CADEIA” PARA OS PARA OS DONOS E PARA OS “PESSIMOS E PODRES MAFIOSOS” “jornalistas” SE EH QUE AINDA A GENTE PODE CHAMAR DE “JORNALISTAS”!!!!! OS “BANDIDOS MAFIOSOS” DESSES DOIS “INFECTOS” QUE SAO O CANCER DO BRASIL!!!!
    PUNIÇÃO E CADEIA JAH!!!!!! PARA A veja E folha de sao paulo!!!! PARA SERVIR DE EXEMPLO PARA QUE JAMAIS OCORRA BANDIDAGEM NA IMPRENSA BRASILEIRA !!!!!

  2. Roberto,

    O Nassif disponibilizou a íntegra da manifestação da ombudswomam da Folha sobre o #DilmaFactsbyFolha: http://is.gd/f702a

    Mas a pergunta que não quer calar é: “Será que a Veja vai comentar o #vejafede também?”

    Jesus Divino Barbosa de Souza
    https://twitter.com/JesusDivino
    http://jesusprev.zip.net

  3. […] Here is the original post: Quando um ombudsman não pode calar.. « ZNet […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: